Oxum


Características:

Cores e Contas: Azul, Branco, Amarelo-Ouro.
Símbolo: Leque com espelho.
Dia da Semana: Segunda-Feira e Sábado.
Comidas: Omolocun, Ipeté, papa de fubá doce.
Saudação: Eri Yéyé ó!



. É a ORIXÁ dona das águas doces, rios e cachoeiras. Na áfrica, mora no rio oxum. Senhora do AMOR, da RIQUEZA, da FERTILIDADE, da gestação e do parto, cuida dos recém-nascidos, lavando-os com suas águas e folhas refrescantes. Jovem e bela mãe mantém suas características de adolescente.
. Cheia de paixão, busca ardorosamente o prazer. Coquete e vaidosa, é a mais bela das divindades e a própria malícia da mulher-menina. É sensual e exibicionista, consciente de sua rara beleza, e se utiliza desses atributos com jeito e carinho para seduzir as pessoas e conseguir seus objetivos.
. Quando Orumilá estava criando o mundo, escolheu Oxum para ser a protetora das crianças. Ela deveria zelar pelos pequeninos desde o momento da concepção, ainda no ventre materno, ate que pudessem usar o raciocínio e se expressar em algum idioma. Por isso, Oxum é considerada o orixá da fertilidade e da maternidade.
. Por sua beleza, Oxum também é tida como a deusa da vaidade, sendo vista como uma orixá jovem e bonita, mirando-se em seus espelhos e abanando-se com seu leque (abebê).
OXUM é a Orixá do amor, da harmonia e da concórdia.
OXUM é considerada a maior feiticeira do Panteão dos Orixás. Tudo que sai de sua boca deve ser levado em conta, pois ela tem o poder da palavra, ensinando feitiços ou revelando presságios.
. É a quem recorremos em busca de equilíbrio emocional. OXUM sempre nos mostra que é possível combinar beleza com inteligência. O perigo está em exagerar e se perder nas próprias armadilhas ou na obsessão pela estética, o egoísmo e a vaidade.


Oxum
O Orixá:

Nação Ketu