Logun-Edé


Características:
Cores e Contas: Azul Turquesa e Amarelo Ouro.
Símbolo:
Balança, Ofá (arco) , Abebè (espelho) e Cavalo- Marinho.
Dia da Semana:
Quinta-Feira.
Comidas:
Papa de milho com côco, milho cozido com feijão fradinho, ipeté, papa de côco, etc.
Saudação:
Logun ô Akofá!




. Logun Edé é o Orixá da riqueza e da fartura, deus da guerra e da água. É, sem dúvida, um dos mais bonitos orixás do Candomblé, já que a beleza é uma das suas principais características. Caçador habilidoso e príncipe soberbo, Logun Edé reúne os domínios de Oxóssi e de Oxum, e quase tudo que se sabe a seu respeito gira em torno de sua paternidade.
. Apesar da sua história, é preciso esclarecer que Logun Edé não muda de sexo a cada seis meses, ele é um Orixá do sexo masculino. A sua dualidade dá-se a nível comportamental, já que em determinadas ocasiões pode ser doce e benevolente como Oxum, e em outras, sério e solitário como Oxóssi. Logun Edé é um Orixá de contradições; nele os opostos alternam, é o deus da surpresa e do inesperado. Na Nigéria, a cidade de Logun Edé chama-se Ilesa e é uma das mais ricas e prósperas de África, mas o seu culto na região está em via de extinção.
. Gostaria aqui de salientar que não podemos desconsiderar o processo cultural que deu origem ao Candomblé e as diferenças fundamentais que existem entre os cultos aos orixás no Brasil e na África. O Candomblé é um “resumo de toda a África mística”. Muitos deuses que na África mantinham a sua autonomia, no Brasil foram reunidos num único Orixá e divididos em diversas qualidades. No Candomblé, Oxóssi e Oxum são os pais de Logun Edé, um deus único que encontra na sua paternidade uma forma de existir e residir, pois o seu culto mantém-se até hoje e é cada vez mais crescente fora de África. Há também quem diga em África que Logun Edé é, na verdade, uma altiva versão masculina da própria Oxum.
. A história revela que Oxóssi, feliz pelo filho vindouro, declarou a Oxum o seu amor e lhe pediu a posse do menino, pois queria ensinar a Logun Edé a caçar e todos os segredos da floresta. Mas Oxum também amava seu filho e não queria dele se separar. Então, ficou decido que Logun Edé ficaria seis meses com sua mãe e seis meses com seu pai, comendo assim do peixe e da caça. Seria Oxóssi e seria Oxum, mas sem deixar de ser ele mesmo. Daí Logun Edé ser conhecido como uma princesa na floresta e um caçador sobre as ondas...
. Logun Edé possui as características de Oxum, ou seja, narcisismo, vaidade, gosto pelo luxo, sensualidade, beleza, charme e elegância. Tem também características em comum com Oxóssi, ou seja, beleza, vaidade, cautela, objetividade e segurança. No entanto, há características de Logun Edé que não pertencem nem a Oxum nem a Oxóssi. Na verdade, ele reúne o arquétipo de ambos, mas de forma superficial. Podemos dizer que as qualidades de Oxum e Oxossi aparecem mais amenas em Logun Edé, mas em compensação, os defeitos exacerbam-se. Dessa forma, Logun Edé é extremamente soberbo, arrogante e prepotente.
. Mas algo não se lhe pode negar: Logun Edé é bonito e possui um olhar especial, algo que atrai e repele ao mesmo tempo. É do tipo ‘bonitinho, mas ordinário’. É o mandão e dono da verdade, belo demais cujo ego não cabe em si. Logun Edé não anda, ELE paira no ar...



Logun-Edé
O Orixá :

Nação Ketu